Avaliação

No Giordano Bruno, as avaliações e diagnósticos são considerados práticas fundamentais porque balizam todo o ensino. Vejamos alguns momentos desse processo:

Ensino fundamental (6º ao 9º ano) e ensino médio

A avaliação nessas séries aponta para os mesmos objetivos das séries iniciais, com a diferença, entretanto, de haver um investimento maior na autonomia do aluno. Isto é, dentro dos limites do bom senso, a retomada do processo de cada um nos trimestres ou ao final do ano é realizado entre aluno e professor ou coordenação. O Giordano Bruno entende que momentos como esses são fundamentais para o desenvolvimento de uma autocrítica e de uma consciência sobre o papel do aluno no seu processo de aprendizagem.

Os instrumentos utilizados para essa avaliação variam conforme as exigências de cada componente curricular bem como das habilidades e competências a serem desenvolvidas ao longo de cada trimestre. Assim, durante o ano, além das provas formais, caracterizadas pela relação autônoma do aluno com o instrumento avaliativo que tem diante de si, são também realizadas atividades de pesquisa, produção de texto, experimentos, projetos etc. que visam a criar momentos de avaliação que possam extrapolar os sistemas tradicionais e, assim, observar sob outros pontos de vista a aprendizagem de cada aluno.

Momentos avaliatórios - portfólio de atividades

Parte do diagnóstico é composta por amostragens que os professores obtêm das atividades dos alunos em sala de aula. Tais avaliações não visam à formulação de notas ou conceitos, apenas fornecem um portfólio que permite uma visão da progressão do aluno ao longo do tempo.

Os aspectos atitudinais, a postura do aluno em relação ao conhecimento e aos compromissos escolares, são também avaliados ao longo do processo e, sempre que necessário, motivam entrevistas de orientação entre Coordenação, Pais e Professores.

Educadores e pais analisam o desempenho do aluno

Em reuniões periódicas, agendadas em calendário escolar, o Giordano analisa com os pais o desempenho do aluno e avalia possíveis necessidades de reforço ou mesmo de atendimento especializado, quando for o caso. Nesse sentido, as reuniões de pais e educadores são fundamentais para uma efetiva intervenção dos professores e da família ao longo do processo de ensino/aprendizagem.

Ensino fundamental (1º ao 5ºano)

DIAGNÓSTICO DE INGRESSO

Já no momento de ingresso do aluno nas séries iniciais, os educadores do Giordano aplicam um diagnóstico bem completo, envolvendo escrita, oralidade, conhecimento matemático, conhecimento físico e habilidades corporais.

Os resultados desses diagnósticos norteiam as estratégias de sala aula, as novas avaliações e todo o acompanhamento personalizado.

Contatos

Telefone: (11) 3733-6677

e-mail: secretaria@giordanobruno.com.br