• BIBLIOTECA GB

O VÍRUS

Numa noite chuvosa, era a luta do herói Super "Clean" contra a vilã Virótica.

Foi quando o Super "Clean" disse:

- Você nunca vai me vencer, Virótica!

- Pense como quiser, meu querido.

Então, ela lançou o vírus do gelo e ele, literalmente, ficou congelado.

Como o herói não podia mais detê-la, Virótica pensou que seria uma boa ideia jogar uma praga ali no País das Flores. Mas qual? Com certeza o Livro dos Vírus teria a resposta. Procurou, procurou e foi aí que ela viu um vírus chamado Corona Lentos. Sobre ele estava escrito o seguinte:

"O que esse vírus faz? Bom, quem pega o Corona Lentos fica lento.

E como isso se passa? Quando a pessoa fica muito perto de outra, vai passando a lentidão.

E como deter esse vírus?"

- Ah, essa parte eu não quero saber.

Ela guardou o livro e jogou a praga no país.

Foram anos muito ruins. Mas o tempo passou até os dias de hoje, e o Super "Clean" foi descongelado pelo sol. Ele ficou procurando Virótica durante um tempão. Foi então que percebeu muitas pessoas andando bem devagar e pensou:

- Deve ser coisa da Virótica.

"Clean" sabia onde ela morava, na caverna escura. Ele foi até lá e entrou bem sorrateiramente. Pegou o Livro dos Vírus e encontrou a página do Corona Lentos, onde estava escrito:

"E como deter esse vírus? Bom, para o efeito do vírus passar você precisa colocar a pessoa perto do seu maior medo."

E foi isso o que o Super "Clean" fez com todas as pessoas daquele país. Porém, Virótica ficou sabendo e decidiu confrontar o herói.

Em um dia bonito, era a luta do herói Super "Clean" contra a vilã Virótica.

Foi quando ela disse:

- Eu já venci! O que mais você quer?

- Pense como quiser, minha querida! - ele respondeu e lançou sobre ela um jato de sabão que a fez sumir. Por isso tudo ficou melhor.


Texto por Manoela Laranjeira, 5°Ano.

Imagem banco de imagens Vecteezy.

0 visualização
logo.png

Contatos

Telefone: (11) 3733-6677

e-mail: secretaria@giordanobruno.com.br

currículos: curriculo@giordanobruno.com.br