Quem Somos

Somos um colégio comprometido com princípios humanistas e com a construção coletiva da educação. Cuidamos da formação crítica, autônoma e autoral de nossos alunos, partindo do olhar singular para acolher as demandas de cada estudante. Os alunos do Giordano são respeitados como sujeitos complexos e, portanto, o conhecimento aprofundado da trajetória e dos anseios de cada um é parte fundamental de nossa prática pedagógica.

Em atividade desde 1994 e fundado por um grupo de professores que desejavam construir um espaço acolhedor para a vivência do conhecimento, o Colégio Giordano Bruno é uma escola transparente, que aposta na parceria com a família para formar sujeitos éticos e solidários.

Para o Giordano,  a escola é um espaço de democratização do conhecimento, que possibilita uma construção social mais justa. Por isso o combate à opressão e ao preconceito ocupa lugar privilegiado em nosso cotidiano. Partimos do princípio de que, para além de construir conhecimentos sólidos por meio da criticidade, é papel da escola alimentar valores éticos e promover a humanização. Nesse sentido, enxergamos no exercício da sensibilidade uma saída para um futuro emancipador.

Fruto de nosso compromisso com o saber reflexivo, nossa grade curricular é construída a partir de uma visão de vanguarda. Oferecemos a nossos alunos, desde o Ensino Fundamental I, disciplinas que instigam o pensamento científico e o desenvolvimento da sensibilidade artística. Em sala de aula, o debate e o fomento à pluralidade fundamentam a construção do conhecimento, sempre colocando o aluno como protagonista de seu processo de aprendizagem.

A seriedade de nosso trabalho prepara nossos alunos para resultados positivos tanto nos grandes vestibulares quanto em feiras científicas externas, levando-os a uma transição tranquila para a vida acadêmica e para o mundo do trabalho. Contudo, o legado mais sólido dos alunos do Giordano é a formação ética e plural, que os torna cidadãos críticos e conscientes de seu papel transformador na sociedade.

Nossos Educadores

Nossos educadores, em primeiro lugar, partilham um ideal: a luta por uma educação emancipadora para todos. Também acreditamos na pluralidade de ideias e no diálogo como um caminho para uma sociedade mais igualitária. Somos Giordano porque sabemos que aqui contribuímos com a formação integral de nossos alunos, que ultrapassa a mera reprodução automática de conteúdos.

No GB, professores e alunos partilham a jornada pelas veredas do saber. Nesse caminho, os estudantes podem contar com o suporte de profissionais com um excelente nível de preparo e comprometidos com um projeto de educação. Nossos educadores também realizam pesquisas científicas em suas áreas de especialidade e possuem repertório cultural e acadêmico bastante sólidos.

Aqui no Giordano, engajados com a contemporaneidade, realizamos semanalmente reuniões formativas em que o grupo de professores e a coordenação discutem temas relativos à educação e decidem juntos questões do cotidiano escolar.

Nosso Patrono

Nosso patrono orienta nossa prática. Herdamos de Giordano Bruno a coerência e a luta implacável por nossos ideais. Ao redor de sua figura, orbitam eixos centrais de nossa prática pedagógica: Giordano foi filósofo, cientista, poeta, astrônomo, alquimista, dramaturgo e, acima de tudo, grande pensador. Giordano Bruno foi ainda um polemista apaixonado, que pagou com a própria vida a ousadia de defender postulados censurados pela Igreja Católica e que mais tarde seriam considerados precursores do moderno pensamento filosófico e científico. 

Giordano Bruno nasceu em 1548 na Itália, em um vilarejo chamado Nola. Alinhado, como Copérnico, à teoria Heliocêntrica —  segundo a qual o Sol é o centro da Universo — ele desafiou a Igreja e foi condenado à morte na fogueira em 1600. O processo que culminou na sua condenação iniciou-se em 1575, quando o jovem filósofo insistia em ler secretamente textos proibidos que questionavam alguns dogmas da Igreja. Em seu julgamento, manteve-se firme aos seus princípios e não aceitou trocar sua vida por uma retratação pública incondicional. Ficou célebre sua afirmação dirigida aos seus julgadores: “Talvez vocês, meu juízes, pronunciem essa sentença contra mim com maior temor do que eu a recebo”.

Aos cinquenta e dois anos — vestindo uma túnica de condenado, amarrado a uma estaca e com a língua atravessada por um prego — Giordano Bruno, um dos maiores pensadores da História da Humanidade, agoniza sob as chamas de uma fogueira, na praça das Flores, no centro de Roma, no dia 17 de fevereiro de 1600. 

Hoje, Giordano Bruno é um símbolo vivo de liberdade e de autonomia. Não só por sua filosofia, mas sobretudo por sua ousadia e resistência. Nós, educadores do Colégio Giordano Bruno, assumimos seu nome como um símbolo e, com ele, a certeza de que a liberdade de pensamento e os princípios de autonomia na aprendizagem e no ensino serão sempre nossos mais caros valores.

 

Contatos

Telefone: (11) 3733-6677

e-mail: secretaria@giordanobruno.com.br